Transparência e Governança

 
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
notícias Debate sobre Novo Mercado lança pouca luz sobre futuro do segmento


Debate sobre Novo Mercado lança pouca luz sobre futuro do segmento

Por Graziella Valenti, Fernando Torres e Natália Viri | Valor

SÃO PAULO - A BM&FBovespa chamou a nata do mercado de capitais brasileiro para discutir as perspectivas para o Novo Mercado, em comemoração aos dez anos do segmento especial de governança da bolsa. No entanto, muito pouco se ouviu de inovador. Raras foram as sugestões objetivas e os temas debatidos foram quase todo os mesmos de uma década atrás.

Assim, ficou sem resposta a pergunta lançada no início do debate por Gilberto Mifano, sócio da Pragma e ex-superintendente da bolsa na época de criação do selo de governança: “O que é preciso fazer para que o Novo Mercado se mantenha na vanguarda?”

E os sinais são de que pensar numa nova revisão de regulamento não será mais simples do que foi em 2009 e 2010, frustrada na maioria das propostas que a BM&FBovespa apresentou. Em sua maioria, cada um de seus participantes trouxe uma agenda pessoal para essa primeira discussão.

O evento, que tomou a tarde de ontem e foi realizado no auditório da antiga Bovespa, onde era o pregão viva-voz,  discutiu, por exemplo, a separação entre direitos econômicos e políticos (o que o Novo Mercado veio justamente corrigir) e a oferta pública aos investidores em caso de venda do controle (“tag along”). De próprio do Novo Mercado, de fato, apenas as regras de saída do segmento diferenciado.

 

 

 

Matéria publicada pelo Valor Online em 12/07/2012. Para ler a íntegra, acesse o site:

http://www.valor.com.br/empresas/2750370/debate-sobre-novo-mercado-lanca-pouca-luz-sobre-futuro-do-segmento

 

 


Copyright © 2019 Transparência e Governança. Todos os direitos reservados.
___by: ITOO Webmarketing