Transparência e Governança

 
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
notícias Ofertas de Redecard e CCDI serão teste para regra sobre opinião do conselho


Ofertas de Redecard e CCDI serão teste para regra sobre opinião do conselho

As ofertas de Itaú e Camargo Corrêa pelas controladas Redecard e CCDI vão estrear uma nova ferramenta para os investidores: a opinião do conselho de administração a respeito da proposta.

A exigência da manifestação dos conselheiros foi adicionada ao regulamento do Novo Mercado na reforma de 2010.

O colegiado deve se posicionar a respeito de qualquer oferta lançada pelas ações da companhia. A opinião deve ir além da consideração sobre o valor, com a recomendação para aceitar ou rejeitar.

Toda a proposta precisa ser ponderada. É necessário avaliar inclusive os planos estratégicos divulgados pelo ofertante e as repercussões sobre os interesses da companhia. Sendo assim, os conselhos da Redecard e da CCDI têm uma complexa tarefa pela frente.

O colegiado da Redecard, além do preço, terá de considerar todo o discurso do Itaú, que vislumbra um cenário pessimista para o segmento de cartões que não seja integrado a outros serviços que os bancos podem oferecer. Além disso, também vai precisar considerar o risco de o Itaú vender o negócio. Melhor do que qualquer avaliador, o colegiado, por ter uma visão privilegiada do negócio, poderá corroborar ou rejeitar a visão do Itaú.

 

 

Matéria publicada pelo Valor Econômico em 08/05/12. Para ler a íntegra, acesse o site do jornal:

http://www.valor.com.br/empresas/2648512/ofertas-de-redecard-e-ccdi-serao-teste-para-regra-sobre-opiniao-do-conselho

 

 


Copyright © 2019 Transparência e Governança. Todos os direitos reservados.
___by: ITOO Webmarketing