Transparência e Governança

 
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
notícias Minoritário é barrado na Petrobras


Minoritário é barrado na Petrobras

Por Graziella Valenti | De São Paulo

A tentativa dos minoritários da estatal Petrobras de indicar dois representantes para o conselho de administração, durante a assembleia geral da companhia ontem, foi frustrada. Os planos foram derrubados pelos fundos de pensão Petros, dos funcionários da própria empresa, Previ, dos empregados do Banco do Brasil, e Funcef, da Caixa Econômica Federal. BNDES e BNDESPar também se aliaram às fundações e tiveram tratamento de minoritários. Foram reeleitos para os postos os empresários Jorge Gerdau Johannpeter, dono do grupo siderúrgico Gerdau, e Josué Gomes da Silva, filho do ex-vice-presidente José Alencar e dono da têxtil Coteminas.

No lugar de se unirem aos demais acionistas, as fundações votaram em outros nomes para as vagas e, por terem maior fatia do capital, venceram a disputa.

O grupo de investidores que tentava indicar seus conselheiros era liderado pela gestora de recursos BlackRock - maior investidora privada da empresa, com 5% das ações preferenciais, equivalentes a R$ 6,8 bilhões - e pela Polo Capital.

 

 

Matéria publicada pelo Valor Econômico em 20/03/12. Para ler a íntegra, acesse o site do jornal:

http://www.valor.com.br/empresas/2577572/minoritario-e-barrado-na-petrobras

 


Copyright © 2019 Transparência e Governança. Todos os direitos reservados.
___by: ITOO Webmarketing