Transparência e Governança

 
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
notícias Redecard pode sair do Novo Mercado mesmo se oferta fracassar


Redecard pode sair do Novo Mercado mesmo se oferta fracassar

O Novo Mercado está prestes a sofrer a uma baixa de R$ 24 bilhões, valor atual da Redecard na BM&FBovespa. O Itaú deixou claro que retira a empresa do segmento diferenciado de governança mesmo se não conseguir fechar o capital de sua controlada no setor de credenciamento de cartões.

Seria a primeira companhia a sair voluntariamente do Novo Mercado. Outras saídas ocorreram como resultado de fusões ou fechamentos de capital.

A informação estava no fato relevante que anunciou a oferta para fechamento de capital da Redecard, lançada pelo Itaú em 7 de fevereiro. Porém, não estava suficientemente claro que isso ocorreria com o sucesso ou não da oferta, o que foi esclarecido pelo edital da oferta, em análise na Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

O preço ofertado é de R$ 35 por ação, quase 10% a mais da cotação do pregão anterior - quando a empresa alcançou a máxima histórica.

Ontem, os analistas de BTG Pactual, Credit Suisse e Deutsche Bank destacaram essa informação em relatórios. Os analistas do BTG, Marcelo Henriques e Eduardo Rosman, comentam que "a abordagem pode ser considerada incisiva, mas está em linha com o discurso da administração do Itaú".

 

 

Matéria publicada pelo Valor Econômico em 15/03/12. Para ler a íntegra, acesse o site do jornal:

http://www.valor.com.br/financas/2571068/redecard-pode-sair-do-novo-mercado-mesmo-se-oferta-fracassar

 

 


Copyright © 2019 Transparência e Governança. Todos os direitos reservados.
___by: ITOO Webmarketing