Transparência e Governança

 
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
notícias Desvio no PanAmericano chegou a R$ 100 milhões


Desvio no PanAmericano chegou a R$ 100 milhões

Por Cristine Prestes | De São Paulo

No dia 9 de novembro de 2010, um helicóptero decolava do alto do prédio localizado no número 2.240 da Avenida Paulista com R$ 10 milhões em dinheiro na bagagem. A quantia foi uma das últimas boladas levadas por ex-diretores do Banco PanAmericano antes de deixarem o comando da instituição, naquele mesmo dia. O relato é feito por ex-funcionários do banco, que pertenceu ao empresário e apresentador Silvio Santos até a venda do controle ao BTG Pactual, concretizada nos primeiros dias de fevereiro do ano passado. O valor supostamente sacado pelos executivos em seu último dia de suntuosa paz é apenas um décimo do que estima-se que tenha sido desviado do PanAmericano ao longo dos últimos anos. Pelo menos R$ 100 milhões repassados pelo banco aos ex-diretores foram comprovados pela auditoria interna feita pela nova administração.

Desses R$ 100 milhões, a maior parte entrou nos cofres das empresas mantidas pelos antigos executivos. Ao todo, R$ 76,27 milhões foram pagos a 12 ex-diretores do PanAmericano e de outras empresas do Grupo Silvio Santos entre janeiro de 2008 e novembro de 2010, quando foram descobertas as fraudes contábeis que levaram o banco a um rombo de R$ 4,3 bilhões em seu patrimônio.

 

 

 

Matéria publicada pelo Valor Econômico em 02/02/2012. Para ler a íntegra, acesse o site do jornal:

http://www.valor.com.br/financas/2514594/desvio-no-panamericano-chegou-r-100-milhoes

 

 


Copyright © 2019 Transparência e Governança. Todos os direitos reservados.
___by: ITOO Webmarketing