Transparência e Governança

 
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
notícias Minoritários da Confab são contra compra de empresa


Minoritários da Confab são contra compra de empresa

Por Ana Paula Ragazzi | De São Paulo

Acionistas minoritários da Confab Industrial iniciaram conversas para protestar contra a participação da empresa na aquisição de fatia do bloco de controle da Usiminas.

A compra de 27,7% do capital da siderúrgica mineira pelo grupo Techint saiu por R$ 5 bilhões. Do total, R$ 4,1 bilhões virão de Ternium e Siderar. Os R$ 900 milhões restantes sairão da Confab, ligada à Tenaris, que, assim como a Ternium, é controlada pela Techint.

A Confab ficará com 5% das ações ordinárias, ou 2,5% do capital - pagará R$ 36,00 por ação. A operação, segundo cálculos do Bank of America Merrill Lynch, saiu um múltiplo elevado, de 18 vezes o Ebtida (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) para 2012.

Na visão do investidor José Claudio Pagano, a Confab está sendo usada como uma "linha auxiliar" para comprar participação no controle da Usiminas.

"A Confab não está adquirindo uma participação relevante, de controle da empresa. Se fosse para comprar ações ordinárias da Usiminas, poderia fazer as operações em bolsa, pagando metade do valor", diz. Ontem as ordinárias da siderúrgica negociadas na BM&FBovespa fecharam a R$ 18.

 

Notícia publicada pelo Valor Econômico em 30/11/11. Para ler a íntegra, acesse o site do jornal:

http://www.valor.com.br/impresso/acoes/minoritarios-da-confab-sao-contra-compra-de-empresa

 

 


Copyright © 2019 Transparência e Governança. Todos os direitos reservados.
___by: ITOO Webmarketing