Transparência e Governança

 
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
notícias A proteção aos acionistas minoritários: os casos Confab e Oi


A proteção aos acionistas minoritários: os casos Confab e Oi

 

O Estrategista

Por André Rocha

Discute-se muito sobre a proteção aos acionistas minoritários. A legislação que regula o fechamento de capital das companhias traz proteção adequada, mas o mesmo não ocorre com operações de incorporação e fusão. Veja o caso de Confab e Brasil Telecom.

A Tenaris, controladora da Confab, decidiu cancelar o registro de companhia aberta de Confab em agosto último. O acionista controlador ofereceu R$ 5,20 por ação. Apesar de o preço oferecido ser acima da cotação de mercado, minoritários descontentes solicitaram a convocação de assembleia especial para deliberar sobre a realização de nova avaliação da companhia. Essa assembleia, realizada em 18 de outubro, aprovou a elaboração de novo parecer. A controladora, diante dessas novas condições, desistiu de cancelar o registro da Confab.

Esse fato é emblemático de como a legislação que trata do cancelamento de registro protege os direitos dos minoritários.

 

Análise publicada pelo Blog do André Rocha, no Valor Online, em 09/11/11. Para lê-la na íntegra, acesse:

http://www.valor.com.br/valor-investe/o-estrategista/1089864/protecao-aos-acionistas-minoritarios-os-casos-confab-e-oi

 


Copyright © 2019 Transparência e Governança. Todos os direitos reservados.
___by: ITOO Webmarketing